h1

Dá-me Te amor pelas NAÇÕES!!!

agosto 27, 2007

Missões…

Eis aí o que Deus tem feito arder em meu peito.

Tenho sentido tanta necessidade de fazer missões, sair em busca das almas perdidas, ser um ombro amigo, uma mão estendida, um respaldo, um consolo, um abrigo. Ah, como Deus tem me tocado à esse respeito!

Eu tenho analisado as letras das canções, as pregações, o rumo das conversas entre os cristãos e tudo parece se direcionar para o mesmo assunto: “MISSÕES!“. Me pergunto: “Será que só eu tenho percebido isso no meio em que vivo?”, “Será que ninguém mais tem percebido o clamor do coração de Deus?”. Sinceramente, me parece que as pessoas estão adormecidas, anestesiadas, tão conformadas com a situação do presente século que nada as tira da letargia que as têm absorvido.

Uma canção do cd novo do Diante do Trono me chamou muito a atenção, fala sobre sermos o Corpo de Cristo… Foi como um soco no meu estômago… Senti dor, vergonha, tristeza ao ouvir aquela letra. Pude ver que tantas vezes fazemos muito barulho, mas não causamos nenhum impacto, cantamos um amor que não vivemos, um perdão que não oferecemos, e tantas coisas que fluem apenas dos lábios e não do coração.

Existem pessoas padecendo fome, física e espiritual e nós, que dizemos ser o Corpo de Cristo, não estamos nem um pouco compadecidos. Vivemos cercados de pessoas que são carentes de amor, de afeto, de alguém que no mínimo as escute, as compreendam. Mas cada um de nós temos as nossas vidas, as nossas preocupações, os nossos trabalhos, filhos, famílias, igrejas… E passamos de largo como na parábola do Bom Samaritano (Lucas 10:25-37), nos desviando daqueles que são pobres, necessitados, daqueles que não têm uma aparência agradável pois estão feridos, sujos pela lama do pecado. Então, preferimos abraçar aqueles que usam um perfume gostoso, que tem roupas bonitas, que sentam conosco em um lugar confortável, que conhecem os mesmos assuntos que nós conhecemos, que freqüentam os mesmo lugares que nós freqüetamos.

Corpo de Cristo, onde estão as marcas dos cravos? Onde estão os pés que pisaram esse chão deixando a Glória? Corpo de Cristo, olhos de perdão. Corpo de Cristo, onde estão os braços estendidos? Onde estão os corações movidos por compaixão assim como Ele foi? (Trecho da Música Corpo de Cristo – Ana Paula Valadão Bessa)

As pessoas pensam que só se faz missões indo para lugares longíqüos, terras estrangeiras com outras culturas, outras línguas… Não! Missões começa à partir da sua casa. Quando todos os seus já foram resgatados pelo Senhor, então é hora de partir para a vizinhaça. Pessoas que precisam receber da cura do Senhor estão por toda a parte, clamando por quem os ajude, por alguém que se compadeça e lhes mostre “a luz no fim do túnel”, alguém que tenha ó remédio para aliviar a sua dor, que lhes saciem a fome e a sede de Deus. Em Romanos 8:19 diz claramente que as pessoas estão aguardando com ansiedade pela manifestação dos filhos de Deus, ou seja, você e eu… Precisamos nos manifestar como genuínos filhos de Deus, o verdadeiro Corpo de Cristo.

Eu quero ver a sua fé em obras, me mostre por favor onde estão os frutos e eu os comerei.
Quero ver o seu amor tão cantado, seu discurso encantador sendo encarnado, Cristo em vós! (Trecho da Música Corpo de Cristo – Ana Paula Valadão Bessa)

Sei que tudo o que está escrito aqui é para mim também! Confesso que ainda me sinto envergonhada por deixar à desejar como Corpo de Cristo, mas é tempo de mudar, de crescer, de amar aqueles a quem o Senhor ama, dar ouvidos à Sua voz e priorizar o que está no Seu coração. Não podemos mais esperar que alguém vá em nosso lugar fazer o que cabe a nós, não há mais tempo para esperar, precisamos sentir com o coração de Deus, ouvir como Ele ouve, ver com os Seus olhos. É necessário sentir a dor dos povos e não deixar que os nossos olhos se sequem. Precisamos chorar pelos famintos, perdidos, doentes, carentes de paz, de atenção, de amor.

MISSÕES URGENTE!!! É o clamor do coração do Pai.

 da-me-teu-amor-pelas-nacoes2.jpg

Leva-me aos Sedentos
Cd: Caminho de Milagres
Aline Barros
Já chegou o tempo, não há como esperar
Não há como esperar
A unção foi derramada em nós e com ela recebemos a missão
Nossa unidade nos respaldará
O Pão da Vida está em nós, então ressuscitaremos multidões
A profecia se cumpriu trazendo fome e sede de Deus
Não vou deixar que os meus olhos se sequem
Preciso chorar, sentir a dor, me desesperar
Senhor, leva-me aos famintos
Senhor, leva-me aos sedentos
Senhor, eu quero as nações que são minha herança
Eu vou levar o Pão da Vida
Eu vou dar de beber de Ti
Eu vou ver toda terra Te adorar
Dá-me Teu amor pelas nações…

Jackeline Cruz – Uma vida DIANTE DO TRONO

About these ads

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: